27/07/2012

A curiosa origem e o significado dos anéis olímpicos



Hoje é a inauguração dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o maior evento desportivo que reúne dezenas de países a cada quatro anos.

Estes grandes anéis olímpicos observados em muitas imagens, pendurados na "London Bridge" sobre o rio Tamisa medem cerca de 25 metros de largura por 11,5 metros de altura e a estrutura teve um custo aproximado de 325 mil euros, tudo para que todos os visitantes "sintam o gosto das celebrações e façam parte dos Jogos."

Mas você sabe o verdadeiro significado do principal símbolo dos Jogos Olímpicos e qual foi a sua origem?







Em 1913, o Barão Pierre de Coubertin, o pai dos Jogos Olímpicos modernos, anunciou durante a Revue Olympique (o organismo antecessor do Comité Olímpico Internacional) que para o Congresso Olímpico de Paris do próximo ano iria escolher um emblema com o qual se identificaria a dita reunião.

Foi assim que Coubertin decidiu que cinco anéis entrelaçados de cores diferentes seriam colocadas num fundo de papel branco. Estes círculos seriam a representação das cinco regiões de todo o mundo que, voluntariamente, decidiram aderir a este movimento que celebra o desporto.

O Congresso aprovou essa representação como o símbolo olímpico e assim se tornou a bandeira oficial do movimento um par de anos mais tarde, tornando-se oficial nas Olimpíadas de Antuérpia de 1920.


De onde veio a ideia e as cores dos anéis olímpicos? Existem várias teorias sobre este tema:

1. Dar universalidade aos jogos. Diz-se que Coubertin escolheu essas cores porque pelo menos uma encontrava-se nas bandeiras de todas as nações.

2. Ele inspirou-se no design encontrado no templo grego de Delfos. Esta ideia nasceu justamente na época da Segunda Guerra Mundial e foi criado por aqueles cérebros que eram responsáveis ​por fazer e divulgar propaganda nazi.

Os alemães alegaram que, durante uma visita ao templo de Delfos, na Grécia, o barão francês se deparou com uma pedra antiga que tinha o símbolo gravado, um feito totalmente inventado por Carl Diem, presidente do Comité Organizador para os Jogos Berlim de 1936, que procurava dar brilho ao seu evento.

3. Representam os cinco continentes. É popularmente dito que as cores dos anéis correspondem aos cinco continentes do mundo, embora ninguém saiba ao certo qual a que combina com o quê. Essa alegação foi rejeitada pelo Comité em mais do que uma ocasião.

4. É uma cópia de um emblema francês. Diz-se que Pierre de Coubertin baseou-se no emblema da União das Sociedades Francesas de Desportos Atléticos para criar o das Olimpíadas, já que o desse organismo era representado por dois anéis entrelaçados que tinham as cores da bandeira francesa.


O Comité restringe a utilização dos anéis, assim estes só podem ser utilizados exclusivamente para o seguinte:

- Como elemento no qual são concedidas medalhas aos participantes.

- Nos emblemas dos vários Comités Olímpicos Nacionais.

- Nos cartazes oficiais dos Jogos.

- Em todos os souvenirs de publicidade e de outras coisas relacionadas com o evento.

- Em selos e filatelia.

- No escudo oficial da cidade de Lausanne, na Suíça, por ser a sede que acolhe o Comité.

Fontes consultadas para este artigo: Wikipedia, About.com, etc.


0 comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Design Blog, Make Online Money